Roteiros de Minas: descubra 13 incríveis destinos gastronômicos no estado

Queijos, café, cachaças, doces, vinhos, cervejas, azeite: as iguarias de Minas Gerais são inúmeras, mas fizemos uma seleção com algumas para você se esbaldar no estado

O que vem à cabeça quando você pensa em Minas Gerais? Se sua resposta foi comida, você não está sozinho! Em uma pesquisa feita pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult/MG), “gastronomia” foi a palavra mais citada pelos entrevistados como algo que representa a imagem do estado. A comida é levada tão a sério por lá, que tem até um dia especial: todo 5 de julho é celebrado o Dia da Gastronomia Mineira.

Para que você se delicie na sua viagem, preparei um roteiro gastronômico por Minas Gerais com o melhor da culinária no estado. Com as dicas abaixo, você poderá conhecer tradicionais produtores de queijos e suas fazendas, raspar o tacho com os doces mais gostosos e até degustar um café especial a bordo de um balão.

Como o estado é rico também em cultura e natureza, você confere ainda sugestões do que fazer em cada destino além de experimentar as iguarias. São muitos os roteiros de Minas, mas a gente garante que esse é o mais saboroso de todos eles. Prepare as malas, e bom apetite!

Dica de viagem da trivago: você sabia que pode buscar acomodações e comparar preços usando o filtro de “Cancelamento Gratuito” no trivago? Flexibilidade é essencial!

Marden e Luana

O casal se conheceu durante uma presstrip, em 2006. Desde então, os dois desbravaram juntos mais de 200 cidades, 16 estados e 12 países. São nômades digitais e registram tudo nos canais de comunicação do Turismo de Minas, um dos principais sites de viagens sobre Minas Gerais!
Site dos autores

1. Voe de balão sobre cafezais em São Lourenço

Tão bom quanto saborear o café fresquinho de todo dia é poder conhecer o interessante processo de produção, desde o pé até a xícara. Os passeios para a Rota do Café Especial, que partem da Unique Café Store, em São Lourenço, são uma oportunidade de ver a atenção e os cuidados que fazem do cafezinho mineiro um dos mais famosos no mundo.

No roteiro, os visitantes são levados a uma lavoura premiada na cidade vizinha Carmo de Minas. Lá, passeiam pela plantação e depois degustam café especiais servidos com outras delícias mineiras, como pãezinhos de queijo. A dica é se programar para fazer o passeio em maio, quando acontece a colheita.

Uma outra opção super legal é sobrevoar a lavoura em um balão, o que proporciona vistas incríveis de toda a Serra da Mantiqueira. Depois do voo, os viajantes aproveitam um café da manhã na cafeteria e ainda podem acompanhar a torra dos grãos, que perfuma todo o ambiente. Que tal aliar a experiência gastronômica a uma aventura como essa?

Hotéis & Aluguéis por Temporada - São Lourenço

255 Hotéis
Ver destino

2. Desbrave Tiradentes, o paraíso dos foodies

Tiradentes é o paraíso gastronômicos dos foodies, amantes da gastronomia assim como eu! A famosa cidade histórica mineira ganhou ainda mais notabilidade com o Festival Gastronômico, que costuma atrair até gente de outros países. O festival acontece anualmente em agosto, mas dá para encontrar delícias durante todo o ano.

São criações gastronômicas que unem sabores de culinárias diferentes, criando maravilhas que agradam ao estômago e aos olhos. Entre meus lugares preferidos para comer na cidade estão o Tragaluz e o Pacco&Bacco, em casinhas tradicionais em estilo colonial e o Atrás da Matriz, nomeado assim pela proximidade à Igreja Matriz.

Recomendo também o Leitão do Luiz Ney para quem gosta de pururuca, servido nos jardins do Hotel Villa Paolucci, o inovador UaiThai, que mistura as gastronomias mineira e tailandesa, e o Pau de Angu, em um espaço encantador e cheio de natureza. Para fechar, sugiro a Mia Confeitaria, onde os doces dão água na boca.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Tiradentes

713 Hotéis
Ver destino

3. Conheça o primeiro produtor de azeite de oliva extravirgem do Brasil em Maria da Fé

Maria da Fé, conhecida como a cidade mais fria de Minas Gerais, é também a sede da Epamig (Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais), onde pesquisadores fizeram a primeira extração do azeite de oliva extravirgem nacional, em 2008.

Desde então, a cidade viu uma transformação na economia. Hoje, são cerca de 200 olivicultores na região. Os azeites de Maria da Fé são destaque em em circuitos gastronômicos e já ganharam premiações nacionais e até internacionais. Que tal provar e descobrir o porquê de tantos prêmios?

Em Maria da Fé, é possível visitar a fazenda da Epamig e a Fazenda Maria da Fé (das fotos acima), e conhecer todo o processo de extração do azeite. Os especialistas orientam também sobre as diferenças entre os azeites existentes no mercado e dão dicas, como por exemplo o conselho de que quanto mais fresco o produto for consumido, melhor.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Maria da Fé

14 Hotéis
Ver destino

4. Surpreenda-se com doces imensos em Poços de Caldas

Em Poços de Caldas, além das famosas águas termais, os visitantes encontram os enormes doces produzidos pela Doce da Roça. Para você ter uma noção do que estamos falando, a Doce da Roça já bateu o recorde brasileiro e produziu o maior doce do país, com mais de meia tonelada de gostosura.

Os doces podem ser degustados e comprados na loja, que fica pertinho das Thermas. O lugar é lindo e a só a visita já vale como um passeio. Além dos doces, a loja serve lanches, como o delicioso pão de queijo e café coado na hora, na mesa. Que tal passar uma tarde saboreando essas iguarias mineiras?

Se você quiser deixar essa experiência ainda mais especial, pode agendar uma visita à fazenda onde os doces são produzidos, acompanhar o processo e até raspar o tacho. O mais famoso e concorrido é o irresistível doce de abóbora com pedaços de coco, uma tradição em Poços de Caldas.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Poços de Caldas

247 Hotéis
Ver destino

5. Experimente um queijo que virou patrimônio cultural em São Roque de Minas

Visitar fazendas produtoras de queijo tem sido uma das experiências mais procuradas de Minas Gerais – e isso não é à toa. Eu adoro – já conheci várias e posso afirmar que você também vai amar. No passeio, além de saborear esse verdadeiro patrimônio de Minas, você conhece de perto todo o processo de produção.

E quando eu falo “verdadeiro patrimônio de Minas”, saiba que eu não estou exagerando: o queijo canastra foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) como Patrimônio Cultural Imaterial. Viu só? E em São Roque de Minas, não faltam lugares para provar a iguaria.

Entre as fazendas que recebem visitantes, estão a Estância Capim Canastra, produtora de um queijo que já recebeu até prêmio na França, a tradicional Fazenda São Bento, onde os donos são cheios de histórias para contar, a Roça da Cidade e Fazenda Capão Grande, tambem com queijos premiados no exterior.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - São Roque de Minas

92 Hotéis
Ver destino

6. Saboreie jaboticabas e ora-pro-nóbis em Sabará

A expressão ora-pro-nóbis vem do latim “rogai por nós” e é também o nome de uma planta comestível que tem até o próprio festival anual em Sabará no mês de novembro. A ora-pro-nóbis costumava ser usada para enfeitar igrejas, formando uma cerca viva. Mas as pessoas estão descobrindo cada vez mais o potencial dessa hortaliça na gastronomia.

Em Minas Gerais, a ora-pro-nóbis é muito comum, e as folhas acompanham diversos pratos, como costelinha e frango. Por isso, já pode ir se acostumando com o nome! Além da hortaliça, a jaboticaba costuma estar muito presente nas criações gastronômicas de Sabará.

Na temporada da jaboticaba, que começa em setembro, alguns moradores da cidade até alugam os pés da fruta por hora, para os turistas poderem se deliciar. Mas durante o ano inteiro você encontra geleias, doces, compotas, sorvetes, rocamboles e outras variações de receitas à base da fruta.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Sabará

18 Hotéis
Ver destino

7. Prove muitos doces em Araxá

Araxá é conhecida como a terra dos doces. Os mais famosos são em compota e na palha, mas tem também os docinhos em barra e os cristalizados. Doce de leite, goiabada, rapadura, cocada… A variedade de sabores é grande – e a vontade de comer todos também!

Todos esses doces você encontra na fábrica da Dona Joaninha, uma tradição de Araxá. Com mais de 80 anos de idade, a famosa doceira, uma das principais figuras da cidade, ainda faz questão de acompanhar de perto a produção, hoje comandada pela nora, a Dona Helena.

Na loja dá para ver as doceiras mexendo o tacho de cobre no preparo das delícias, uma verdadeira arte. O carro-chefe é a ambrosia, espécie de doce de leite que leva leite, açúcar, ovos e canela na preparação. Mas nas prateleiras há também opções diet e zero lactose para que mesmo quem tem restrições possa satisfazer a vontade de um docinho.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Araxá

53 Hotéis
Ver destino

8. Deguste uma cachaça de alambique em Brumadinho

De maio a setembro, os meses de alambicagem da cachaça artesanal, você pode conhecer todo o processo de produção em um tour em Brumadinho. A experiência inclui desde a colheita da cana, a moenda e alambicagem até a degustação da cachaça artesanal prontinha. Dá para contratar por meio de hospedagens e agências de turismo da região.

No passeio, você vai aprender várias curiosidades sobre a bebida. Os visitantes descobrem, por exemplo, a diferença entre a pinga e a cachaça, entre a cachaça branca e a amarela, e o melhor jeito de degustar a bebida – não em shots, mas sim aos pouquinhos, aproveitando bem o sabor.

O tour não é a única atracão imperdível em Brumadinho para os amantes de uma boa cachaça. Quem quiser se aprofundar nessa arte pode fazer uma oficina de criação de drinks ou participar de uma aula sobre a história da bebida. Lembrando que simplesmente ir a um bar para saborear uma boa cachaça com alguns petiscos também é sempre uma boa ideia, é claro…

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Brumadinho

161 Hotéis
Ver destino

9. Saboreie as cervejas artesanais de Nova Lima

O estado de Minas Gerais abriga mais de 60 cervejarias artesanais que produzem mais de treze bilhões de litros por ano, além dos milhares de cervejeiros caseiros que fazem a própria bebida.

É um paraíso para os amantes de uma boa cerveja, que viajam de todas as partes do Brasil em busca de descobrir novos sabores em Minas Gerais. A cidade de Nova Lima é o principal polo cervejeiro do estado, com muitas fábricas e diversidade na produção.

Fábricas como Krug Bier e Verace oferecem visitas guiadas nas quais você conhece mais sobre os ingredientes, o maquinário e a fabricação da bebida. No final, sempre rola degustação.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Nova Lima

126 Hotéis
Ver destino

10. Conheça Belo Horizonte, a capital dos bares

Belo Horizonte recebeu em 2019 o título de Cidade Criativa da Gastronomia pela Unesco. E dá para dizer que a cidade faz jus à honraria: a capital mineira é a síntese da gastronomia do estado e oferece opções deliciosas para todos os gostos e bolsos. Uma viagem para lá é sinônimo de comer bem.

Visitar os mercados é um programa imperdível. No clássico Mercado Central você encontra a famosa e criativa combinação de fígado com jiló. Já no descolado Mercado Novo, vários bares e restaurantes valorizam os ingredientes locais e os transformam em experimentações contemporâneas.

Belo Horizonte é conhecida também como capital dos bares por possuir centenas de estabelecimentos. As muitas mesinhas pelas calçadas criam um clima boêmio único. A fama é tanta que até deu origem ao concurso e festival Comida di Buteco, hoje uma tradição presente em mais de vinte cidades pelo Brasil.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Belo Horizonte

1364 Hotéis
Ver destino

11. Aprecie vinhos deliciosos em Andradas

Andradas fica aos pés da Serra da Mantiqueira, o que garante altitudes elevadas e temperaturas amenas, cenário ideal para a produção de vinhos. Talvez tenha sido por isso que os imigrantes italianos escolheram se estabelecer por lá tempos atrás e começaram a tradição que continua até hoje.

A vinícola mais conhecida da região é a Casa Geraldo, que vem fazendo história desde 1969. Ela está estruturada para receber turistas e oferece tours guiados que passam pelo parreiral, pelos tanques de fermentação e pela adega antes de conduzir os visitantes à sala de degustação e à loja.

A vinícola também oferece um curso de degustação no qual os participantes passam um dia aprendendo diretamente com enólogos o passo a passo da arte da degustação, além de noções básicas de cultivo de uvas e elaboração dos vinhos. Ótimo programa para fazer em casal ou com um grupo de amigos!

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Andradas

16 Hotéis
Ver destino

12. Visite Santa Bárbara, a terra do mel

Santa Bárbara é conhecida como a cidade do mel. Lá, o tradicional Mel Santa Bárbara fabrica mel, própolis, geleia real e outros itens produzidos por abelhas desde 1982. A iguaria de Santa Bárbara é ate exportada para outros países.

Na Casa do Mel, o turista conhece as etapas de produção e as curiosidades sobre o produto. A visita guiada mostra como vivem as abelhas, as roupas usadas pelos apicultores e os tipos de mel que existem.

No piso inferior do casarão do século 18 fica a loja do mel, cheinha de delícias como pão, bala e favo de mel. Há também uma linha de cosméticos com sabonetes, cremes e ceras depilatórias à base do ingrediente, ótimas lembranças de viagem.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Santa Barbara

14 Hotéis
Ver destino

13. Conheça um hotel que produz cerveja, cachaça e vinho, em Santana dos Montes

Uma hospedagem que produz a própria cerveja, a própria cachaça e o próprio vinho é uma ótima pedida para quem viaja em busca de experimentar novos sabores, você não acha? No Hotel Fazenda da Chácara, em Santana dos Montes, é assim que as coisas funcionam! Por isso, o hotel, por si só, já vale a viagem.

A cerveja artesanal Loba, a cachaça Itaveravense e o vinho Dos Montes são produzidos na Fazenda Guarará, que fica a seis quilômetros de distância e pertence ao proprietário do hotel. Dá para acompanhar a produção e, é claro, degustar todos esses produtos artesanais.

Além de conhecer a produção das bebidas, o hotel oferece muitas outras possibilidades de lazer, como trekking, cavalgada e pescaria. Os destaques não param por aí; algumas acomodações apresentam banheira de hidromassagem ou ofurô com varanda, perfeitos para casais viverem momentos românticos com muita privacidade.

Hotel Fazenda Da Chacara

Santana dos Montes

A foto de capa é de Ricardo Bacelar, no Unsplash.