Brasil

Calor ou frio: descubra lugares para viajar nas próximas férias de julho

Mergulhamos em dados exclusivos do trivago para revelar os tendências de destinos nacionais e internacionais para visitar nas próximas férias de julho

Dados atualizados em março de 2019:

A julgar pela opinião dos meus amigos cariocas, a maioria esmagadora adora ver as temperaturas caindo (bem timidamente na cidade do Rio de Janeiro), tirar os casacos do armário e marcar um fondue no final de semana. Em certo ponto, esse meu grupo de amigos representa os desejos das pessoas que estão à procura de lugares para viajar em julho.

Sabe por que eu digo isso? A trivago Magazine levantou os dados dos destinos mais buscados da temporada e constatou que, assim como em todos os anos, Gramado é o destino mais procurado do mês. Outra cidade de frio é Campos do Jordão, que aparece em quarto lugar. Agora, adivinhe os outros três lugares que completam o top 5: Porto Seguro (2º), Porto de Galinhas (3º) e Natal (5º). Nada muito frio, né?

Isso, além de mostrar que o meu grupo de amigos não é referência para ditar a tendência da estação, também quer dizer que tem muita gente por aí atrás de praia, mar e calor nas férias de julho.

Mas, afinal, aonde ir em julho?

Vale mais a pena viajar para um lugar frio ou quente na temporada? Será que não vai chover se você for à praia em julho? Para solucionar essas e outras dúvidas, nós demos uma olhada nos destinos mais buscados de julho e comparamos os preços de hotéis entre a alta temporada do verão, janeiro, com o auge do inverno, julho.

É mais barato ir ao Nordeste em julho do que janeiro?

Praia da Coroa Vermelha, em Porto Seguro.

Sim, é mais barato. Em alguns casos, os preços podem cair mais de 40%, como em Maceió (AL) e Ilhéus (BA) onde os hotéis ficam 42% e 41% mais baratos em julho do que em janeiro, respectivamente. Em Porto Seguro (BA), os preços caem um pouco menos, mas também de forma significativa: 34%.

No geral, você irá sempre economizar, se deixar para fazer a sua viagem ao Nordeste no meio do ano, em vez de encarar os preços mais altos do verão.

 

Apenas um destino de praia da região, entre os 15 mais buscados da temporada de inverno, encarece durante o período: Recife (PE). Os preços médios de hotéis na cidade ficam 22% mais altos do que no verão, passam de R$ 226, em janeiro, para R$ 289, em julho.

Aproveite os preços mais baixos para ficar em um all-inclusive no Nordeste:

Nordeste

6 Resorts all inclusive para férias perfeitas no Nordeste

Chove muito no Nordeste durante o mês de julho?

É aquela dúvida que todos nós temos. Bem pensado! É claro que não adianta nada os preços serem mais em conta, se você tiver que ficar o tempo inteiro dentro do hotel, certo? Mesmo que seja em um hotel que vale a viagem no Nordeste, o que, sem dúvida, deve amenizar muito a situação, mas a ideia é fugir do frio, pegar sol e mergulhar no mar, não é mesmo?

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, Fortaleza (CE) registrou bem menos chuva em julho de 2018 do que em janeiro do mesmo ano, no auge do verão. A temperatura média na cidade no mês de julho ficou acima dos 25°C.

Veja este roteiro alternativo em Fortaleza:

Fortaleza

Jornalista revela 5 passeios sem praia em Fortaleza

Em Barreirinhas (MA), ponto de entrada para os Lençóis Maranhenses, as temperaturas diárias podem chegar a mais de 30°C em julho, mês que também é mais seco do que janeiro.

Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Foto: Setur/MA.

Julho nos Lençóis marca o fim da temporada das chuvas, quando as lagoas estão mais cheias, devido ao acúmulo de água. Ou seja, é um dos melhores momentos para visitar o parque.

 

Por outro lado, Maceió (AL) vê dias mais chuvosos na metade do ano do que no verão. O mês de julho na cidade teve muitos dias chuvosos no ano passado, embora a temperatura média tenha ficado, muitos dias, acima dos 25°C. Recife também segue a mesma tendência da capital alagoana no inverno.

Agora falta falar dos lugares frios, certo? Afinal, a gente quer resolver essa sua dúvida entre calor X frio no mês de julho. Se você pende mais para o lado inverso à praia, a primeira coisa que deverá levar em consideração são os preços de hotéis nos lugares mais frios da temporada.

Quanto custa viajar para um lugar frio em julho?

Foto: Marco Ankosqui – MTUR.

Em 2019, uma hospedagem em um lugar frio durante o mês de julho pode custar menos do que em janeiro deste ano. Em alguns casos, como Foz do Iguaçu, no Paraná, os preços médios de hotéis podem cair cerca de 20%, passando de R$ 356, em janeiro, para R$ 285, em julho.

Outros destinos como São Lourenço (MG), famosa por hotéis fazendas em Minas, e Rio Quente (GO), célebre pelas águas termais quentinhas em Goiás, também apresentam quedas nos preços em julho.

 

Por outro lado, as duas cidades de frio favoritas do mês de julho, Gramado e Campos do Jordão, encarecem em comparação com janeiro. Em Gramado, os preços médios mudam de R$ 374 em janeiro para R$ 458 em julho, uma variação de quase 20%. Já Campos do Jordão vê alta de 41%: os hotéis, que custavam em média R$ 361 em janeiro, passam a valer R$ 602 em julho.

 

Na lista de lugares frios mais procurados para as férias de julho, Blumenau (SC) é o mais barato – bom para conhecer o incrível Vale Europeu. Os hotéis na bela cidade catarinense ficam cerca de 10% mais em conta do que em janeiro e passam de R$ 228, em média, para R$ 210. Na contramão, entre os mais buscados, o destino mais caro do inverno é Vancouver, no Canadá. Os preços médios de hotéis em julho estão em R$ 1298 na cidade, enquanto estavam em R$ 686 em janeiro, um aumento de 48%.

E será que vale a pena viajar para o exterior em julho?

Foto: Pedro Szekely, no Flickr.

É verão no Hemisfério Norte e a melhor época para passear pelas ruas e conhecer atrações famosas em Paris, Nova York ou Roma.

No trivago, as buscas mostram que tem muita gente pensando em aproveitar as férias do meio do ano para visitar lugares na Europa, Argentina, Estados Unidos e México.

O primeiro destino das regiões na lista dos mais buscados é Paris, na França. A boa notícia é que, embora seja alta temporada por lá, os preços de hotéis na cidade ficam parecidos com aqueles encontrados em janeiro – R$ 750 a diária em média.

 

Mas se quiser aproveitar uma pechincha, a dica é Miami, nos Estados Unidos. De janeiro a julho, os preços caem consideravelmente, quase 30% – de R$ 1042 para R$ 759. Uma boa para economizar na estadia e fazer um turismo de compras na cidade.

Quer saber a cidade estrangeira mais barata para julho de 2019? Cusco, no Peru - o ponto de partida para as ruínas de Macchu Picchu, da foto no início deste tópico. A média de preços fica no patamar dos R$ 279, mais barato do que muito destino no Brasil.

Tem mais alguma opção de lugar para viajar em julho?

Qual é a primeira coisa que vem à cabeça quando pensamos no Nordeste? Tenho certeza de que pensou em algo semelhante a praia, sol, calor e resorts all-inclusive. Porém, venho com uma surpresa: você sabia que o Estado do Pernambuco é também conhecido por destinos de serra e hotéis fazenda? A cidade de Gravatá, do Hotel Fazenda Monte Castelo (foto acima), é conhecida como a Suíça Pernambucana e tem na gastronomia (principalmente no fondue!) o seu forte. Os preços em julho ficam na média de R$ 335 a diária.

A foto de capa é de Ryan Bruce.