Confira 14 cidades históricas para um roteiro diferente em Minas Gerais

Museus interessantes, igrejas belíssimas e casarões cheios de memórias: preparamos um roteiro com cidades históricas fora do óbvio em Minas Gerais para você se surpreender

Em 2020, Minas Gerais fez seu aniversário de 300 anos, mas é claro que muita coisa aconteceu por lá ainda antes de 1720. Até hoje, o estado guarda muitas lembranças dos períodos mais longínquos. A história está por toda a parte – inclusive em cidades que você provavelmente não conhece!

Que tal desvendar essas memórias com um roteiro fora do óbvio de cidades históricas em Minas Gerais? Neste artigo, eu selecionei catorze municípios pouco conhecidos mas repletos de história, cultura, arte e arquitetura para você conhecer. Isso sem falar nos causos guardados pelo povo e passados de geração para geração que você vai ouvir por aí.

Você com certeza já ouviu falar das belezas de Ouro Preto, mas já visitou as igrejas de Ouro Branco? Sabia que a menor basílica do mundo está em Minas Gerais, em uma cidade chamada Caeté? E o Museu da Loucura, em Barbacena, já conheceu?

Achou interessante? Então confira abaixo as nossas dicas e se prepare para se surpreender com tudo isso e muito mais em cada um dos destinos abaixo. Afinal, a natureza exuberante e a deliciosa gastronomia mineira também fazem parte dessa aventura!

Marden e Luana

O casal se conheceu durante uma presstrip, em 2006. Desde então, os dois desbravaram juntos mais de 200 cidades, 16 estados e 12 países. São nômades digitais e registram tudo nos canais de comunicação do Turismo de Minas, um dos principais sites de viagens sobre Minas Gerais!
Site dos Autores

1. Nova Lima: conheça a Rua Zigue-zague e veja obras de Aleijadinho

O centro de Nova Lima, cidade coladinha com Belo Horizonte fundada no início de 1700, reúne lindas construções históricas. A Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar guarda obras feitas por Aleijadinho, enquanto o Teatro Municipal impressiona com o charmoso estilo art déco. A Rua Zigue-zague, com rampas diagonais em Z, rende ótimas fotos, assim como o Bicame, estrutura em madeira que corta a cidade.

Além de conhecer todas essas atrações históricas, os visitantes de Nova Lima também podem curtir muitos passeios pela natureza: a cidade é repleta de lagoas, mirantes, trilhas e parques. Para fechar com chave de ouro, é só tomar uma cervejinha – Nova Lima é o principal polo de cerveja artesanal de Minas Gerais, com fábricas abertas à visitação, como Krug Bier e Verace, e festivais como o Experimente.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Nova Lima

126 Hotéis
Ver destino

2. Sabará: visite igrejas centenárias

A apenas uma hora de carro de Nova Lima, Sabará guarda jóias arquitetônicas da época do ciclo do ouro. As ruínas da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, cuja construção foi abandonada por causa da abolição da escravatura, são parada obrigatória. Outros pontos turísticos que valem a visita são as igrejas de Nossa Senhora do Carmo, de Nossa Senhora da Conceição e de Nossa Senhora do Ó, o Museu do Ouro e o Chafariz do Kaquende.

A Semana Santa é um dos melhores períodos para visitar a cidade, pois você pode acompanhar de perto as interessantes festividades católicas que acontecem por lá. Além de tudo isso, Sabará ainda é a sede de eventos gastronômicos como o Festival do Ora-Pro-Nobis e da Jabuticaba. Está a fim de ver lugares históricos e comer bem? Então acaba de encontrar o destino ideal.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Sabará

18 Hotéis
Ver destino

3. Caeté: veja de perto a menor basílica do mundo e aventure-se pela serra

De Sabará, pegamos o carro e percorremos 35 km até chegar a Caeté, o lar da menor basílica do mundo. Trata-se do Santuário Basílica de Nossa Senhora da Piedade, padroeira de Minas Gerais. Ele fica no alto da serra e proporciona uma vista incrível da região. Lá em cima está também o Observatório Astronômico Frei Rosário, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Outros pontos turísticos da tricentenária cidade de Caeté são a Igreja Matriz do Bom Sucesso, o Chafariz da Cadeia Velha, o Pelourinho e a Cachoeira de Santo Antônio. Tem ainda o Canela de Ema, um parque de aventuras super legal para quem não dispensa uma boa dose de adrenalina!

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Caeté

39 Hotéis
Ver destino

4. Catas Altas: tire fotos em frente às casinhas históricas da serra

De Caeté a Catas Altas, a viagem de carro dura cerca de uma hora e meia. O centro histórico do destino, com charmosas casinhas coloniais abraçadas pela Serra do Caraça, é um dos cenários mais fotogênicos do estado de Minas Gerais. A bela Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, com suas torres pontiagudas, coroa os cliques.

O Bicame de Pedras, aqueduto datado de 1792, onde fica um marco da Estrada Real, também é imperdível. Conheça também a singela Capela de Santa Quitéria, que fica rodeada pela natureza e tem um cruzeiro na frente. A apenas 117 km de Belo Horizonte e cheia de atrações como essas, Catas Altas com certeza vale a visita.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Catas Altas

23 Hotéis
Ver destino

5. Santa Bárbara: conheça uma igreja de estilo único e prove deliciosos produtos com mel

Pertinho de Catas Altas, a apenas vinte minutos de carro, está Santa Bárbara, uma cidade linda, cheia de atrativos bem conservados e com entrada gratuita. A Igreja Matriz de Santo Antônio é uma das poucas do Brasil a mesclar os três estilos do barroco: nacional português, joanino e rococó. Um deleite para os olhos!

O ex-presidente Affonso Penna é natural da cidade e ganhou um memorial em sua homenagem, que fica em um casarão colonial e conta sua trajetória política. Outro local interessante é a Casa do Mel, onde o turista pode conhecer o processo de produção e ainda comprar várias delícias.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Santa Barbara

14 Hotéis
Ver destino

6. Barão de Cocais: surpreenda-se em um sítio arqueológico com pinturas milenares

Quer conhecer a história de perto? Então o que acha de conhecer pinturas com mais de seis mil anos? As impressionantes gravuras em pedras estão no Sítio Arqueológico da Pedra Pintada, no distrito de Cocais, estrela da cidade a 95 km de Belo Horizonte – e a vinte minutos de carro de Santa Bárbara. Além das pinturas, a Cachoeira de Cocais completa a aventura pela região.

Algumas igrejas também mercem visita, como a de Nossa Senhora do Rosário e o Santuário de São João Batista, construído em 1764. A imagem do santo em pedra-sabão foi esculpida por Aleijadinho e a pintura do teto é atribuída a Mestre Ataíde. Para ver tudo isso de perto, um bom jeito de chegar à cidade é pegando o trem que diariamente vai de Belo Horizonte a Vitória e faz uma parada na estação de Cocais.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Barão de Cocais

9 Hotéis
Ver destino

7. Ouro Branco: confira de perto obras de Aleijadinho e Mestre Ataíde

Na época do Brasil colônia, era em Ouro Branco que a Coroa Portuguesa cobrava o Quinto, imposto de 20% sobre todo o ouro extraído. A cobrança era feita na Fazenda Carreiras, conhecida também como Casa de Tiradentes, hoje considerada um patrimônio histórico.

Situada logo depois da famosa Ouro Preto, Ouro Branco ainda guarda muitos outros lugares históricos que valem a visita. Entre eles, a encantadora Igreja Matriz de Santo Antônio, que guarda obras de Aleijadinho e Mestre Ataíde e a charmosa Capela Nossa Senhora Mãe dos Homens. Para quem gosta de natureza, a dica é o Parque Estadual da Serra de Ouro Branco, recheado de trilhas e cachoeiras.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Ouro Branco

28 Hotéis
Ver destino

8. Nova Era: conheça uma fazenda histórica e uma igreja com pinturas impressionantes

A pequena Nova Era também foi fundada no ciclo do ouro e tem toda a sua história atrelada à mineração. Um dos lugares que ainda guardam muito da história da região é a linda Fazenda da Vargem, construída no início do século 19. O espaço, que já foi usado para produção agropecuária, cafeeira e de açúcar, hoje sedia as principais festas da cidade.

Também é imperdível a visita à Igreja Matriz de São José, nomeada a partir do padroeiro da cidade. A igreja tem decoração em ouro e até impressionantes pinturas em 3D no teto. Uma curiosidade é que o espaço é mantido com ajuda da renda do Pastel de São José: há trinta anos a Dona Terezinha faz essa delícia, que é vendida todas às quartas-feiras em frente à igreja.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Nova Era

2 Hotéis
Ver destino

9. Itabira: passeie pela terra de Carlos Drummond de Andrade

Terra natal de Carlos Drummond de Andrade, Itabira tem vários espaços dedicados ao poeta. O Memorial Carlos Drummond de Andrade foi projetado por ninguém menos que Oscar Niemeyer; já o Museu de Território Caminhos Drummondianos é um museu a céu aberto com 44 placas-poema espalhadas pela cidade. Há também a Fazenda do Pontal, onde o poeta passou a infância, e a Casa de Drummond, um sobrado do século 19 onde os avós dele moravam.

Mas nem só de Carlos Drummond de Andrade vive Itabira. A 50 km do centro da cidade fica o distrito de Ipoema, onde você pode conhecer o interessante Museu do Tropeiro. Lá também estão o Parque Estadual Mata do Limoeiro, a Cachoeira Alta, o Morro Redondo, a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, entre outros atrativos. Já deu para perceber que opção de passeio é o que não falta em Itabira, né?

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Itabira

34 Hotéis
Ver destino

10. Itabirito: prove o famoso pastel de angu, patrimônio da cidade

O grande chamariz de Itabirito é o delicioso pastel de angu, tombado como patrimônio imaterial da cidade. A massa é feita de angu e o recheio pode ser de carne, queijo, frango, ora-pro-nóbis, umbigo de banana, entre outros – tem para todos os gostos. O melhor lugar para experimentar é o Jeca Tatu, uma autêntica parada de estrada.

Outro destaque da cidade é a Mercearia Paraopeba, uma típica venda mineira. O Roninho representa a quinta geração da família à frente do negócio. Lá tem de tudo: de tira para chinelos a ratoeiras, passando por feijão a granel e pinicos. O curioso espaço vale a visita! E já que estamos falando de história, não deixe também de ver a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Boa Viagem, erguida em 1721.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Itabirito

31 Hotéis
Ver destino

11. Rio Acima: aventure-se pela natureza e conheça construções históricas

A apenas uma hora de carro de Itabirito, Rio Acima é o paraíso para os amantes do ecoturismo, pois não faltam cachoeiras para conhecer, como a do Véu da Noiva, a de Santo Antônio, a do Índio e a Chicadona. Dá também para fazer rapel, mountain bike, trekking e escalada. Entre uma aventura e outra, o bucólico centro da cidade merece visita.

A Estação Ferroviária, datada de 1891, é um dos lugares mais fotografados de Rio Acima. A linha foi o primeiro trecho construído da famosa Estrada de Ferro Central do Brasil. As Igrejas de Santo Antônio e de Nossa Senhora das Dores também valem uma parada, assim como o Casarão dos Viana.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Rio Acima

49 Hotéis
Ver destino

12. Barbacena: descubra a história do manicômio da cidade no Museu da Loucura

Conhecida como “Cidade dos Loucos”, Barbacena abrigou o primeiro sanatório de Minas Gerais, desativado. Hoje, funciona por lá o Museu da Loucura, que exibe fotos, vídeos e objetos de quando o hospital psiquiátrico estava em funcionamento. Há visitas guiadas pelo acervo, que ajudam a compreender tudo o que aconteceu no local.

Além do museu, a cidade também preserva construções do período colonial, como a Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar), as igrejas Matriz Santuário de Nossa Senhora da Piedade e Matriz de Nossa Senhora da Assunção, a Estação Ferroviária e o Museu Municipal. E se você visitar Barbacena durante a primavera, pode acompanhar os eventos da tradicional Festa das Rosas, com missas, exposições de flores e baile de gala.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Barbacena

36 Hotéis
Ver destino

13. Conselheiro Lafaiete: conheça uma igreja tricentenária

Lafayette Rodrigues Pereira era conselheiro do Império e patrono desta charmosa cidade estrategicamente posicionada no encontro dos caminhos Novo e Velho da Estrada Real. Por lá, o Solar do Suaçuí é um legítimo representante da arquitetura da época. Hoje, o prédio é um centro cultural aberto à visitação.

Em Conselheiro Lafaiete está também uma das igrejas mais antigas de todo o estado de Minas Gerais, a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, instituída em 1709. Uma curiosidade pessoal: foi lá que eu localizei a certidão de batismo do tataravô do Marden, nascido em 1802.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Conselheiro Lafaiete

27 Hotéis
Ver destino

14. Carrancas: visite lugares históricos e tome banhos de cachoeira

Carrancas é conhecida como a cidade das cachoeiras. O Complexo da Zilda é o mais procurado e reúne a Cachoeira da Zilda, a Cachoeira dos Anjos, a Racha da Zilda e um escorregador natural de dez metros que é pura adrenalina! Destaque também para a Cachoeira da Esmeralda, com um grande poço para banho.

Para se aventurar ainda mais, suba até o topo da Chapada dos Perdizes, o ponto mais alto da cidade. Mas saiba que os atrativos de Carrancas não param por aí: há muitos tesouros históricos para descobrir na região, como a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, construída ainda no século 18, e a Fazenda Grão Mogol, fundada na época do Império.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Carrancas

104 Hotéis
Ver destino

A foto de capa é de Marden Couto, do Turismo de Minas. 

Marden e Luana

O casal se conheceu durante uma presstrip, em 2006. Desde então, os dois desbravaram juntos mais de 200 cidades, 16 estados e 12 países. São nômades digitais e registram tudo nos canais de comunicação do Turismo de Minas, um dos principais sites de viagens sobre Minas Gerais!
Site dos Autores