Fortaleza

Guia Local: jornalista de Fortaleza revela 5 passeios sem praia na cidade

Da gastronomia raíz a um inusitado outlet, conheça a capital cearense de uma forma bem diferente com as dicas locais de um expert

O Ceará é conhecido pelo extenso litoral de praias repletas de coqueiros e dunas – e Fortaleza é referência no assunto. Porém, os aventureiros que se propõem a visitar a cidade além de suas praias se surpreendem com a riqueza de sua gastronomia, arquitetura (como a colonial Casa de José de Alencar, da foto de capa, localizada no bairro de Messejana) e vida cultural. Por isso, a trivago Magazine convidou o fortalezense Anchieta, do blog Andarilho, para ser nosso Guia Local e revelar o que fazer em Fortaleza a partir de cinco passeios alternativos.

Detalhe: durante o artigo, recomendamos outras leituras com dicas de ótimos hotéis no destino. Mas, se procura mais praticidade, no final do artigo sugerimos um hotel específico para aproveitar ao máximo as dicas do guia local.

O guia local

Anchieta Dantas Jr. sempre quis viajar, mas o preço o fazia mudar de ideia. Isso até 2006, quando saiu do Brasil pela primeira vez. A partir daí não deixou mais de pôr o pé na estrada e já percorreu sozinho mais de 100 cidades pelo mundo. Ele registra tudo isso no blog Andarilho.
Site do autor

1. Prove da gastronomia, de fato, regional

 

Minha primeira dica é puramente e tipicamente gastronômica. Fora das rotas tradicionais da culinária cearense, minha sugestão é dar um pulinho no Centro das Tapioqueiras, próximo a Messejana (na rodovia CE-040), e no Mercado São Sebastião, no centro da cidade.

Centro das Tapioqueiras

No primeiro, das 5h30 da manhã até às 23h, todos os dias, um conjunto de 26 boxes vendem mais de 80 tipos de tapiocas, das tradicionais, apenas na manteiga, até as recheadas com carne de sol (a que mais recomendo), queijo e camarão. Para quem gosta de adocicar o paladar, é possível ainda conferir as tapiocas com banana e canela, leite condensado ou de chocolate. Os preços variam de R$ 2 a R$ 13 a unidade.

Mercado São Sebastião

Já no segundo, em meio às barracas de frutas e verduras, carnes e ainda ferragens e cerâmicas, nos depararmos com uma espécie de “praça de alimentação”, ocupando uma ala inteira do mercado, onde encontramos 14 estabelecimentos que vendem panelada, buchada, língua, carneiro, sarapatel, sarrabulho dentre outras iguarias tipicamente cearenses das 5h às 14h. Por R$ 10, em média, prova-se um dos pratos.

2. Conheça a Fortaleza de José de Alencar

A Iracema da Lagoa de Messejana. Menos conhecida que aquela da praia.

 

Basta um olhar mais atento para perceber, em vários pontos e bairros da cidade, a literatura, a história e a homenagem ao Ceará feita pelo escritor José de Alencar. É um roteiro diferente e bastante interessante – uma boa dose de cultura brasileira para o viajante.

Para quem não sabe, Fortaleza exibe cinco estátuas representativas à obra do famoso romancista, inspiradas na trilogia indígena do autor – uma delas, a da foto acima. Para quem quer ir além, também é possível fazer uma visita à casa onde o célebre cearense nasceu, no atual bairro de Messejana.

Conheça os melhores hotéis em Iracema

3. Explore a beleza arquitetônica das igrejas

A imponente Catedral da Sé. Foto: Embratur.

 

Mais do que espaços de culto, algumas igrejas de Fortaleza são tão belas que extrapolam a finalidade para a qual foram construídas. Independentemente da crença pessoal, elas são atrações turísticas imperdíveis para os que apreciam história e arquitetura – ou, simplesmente, para aqueles que têm curiosidade e fome de conhecimento.

Entre os templos sugeridos aponto as igrejas do Carmo, Coração de Jesus, do Rosário, Catedral (foto acima), de Fátima, do Pequeno Grande e Cristo Rei, na parte mais central. Outra opções são dois mosteiros, mais no entorno da cidade: o de São Bento, próximo a Messejana, e o Carmelo Santa Teresinha, no bairro Dias Macedo.

4. Aprecie o pôr do sol como um ato religioso

Do calçadão do Mucuripe, o sol entre os prédios. Foto: Ana Paula Hirama (CC BY-SA 2.0).

 

Conhecida como Terra do Sol, Fortaleza, assim como a maioria das cidades situadas no litoral, tem lugares que favorecem a quem quer ver o sol se pôr. Principalmente, sobre o mar. De fato, a cidade tem uma variedade de paisagens belíssimas. Então, que tal combiná-las a um fim de tarde e ter um pôr do sol memorável? Além de garantir imagens bacanas, é uma forma de fazer turismo gastando pouco ou nada.

Alguns lugares perfeitos para apreciar o pôr do sol: a ponte do Rio Ceará, na Barra do Ceará; a ponte metálica e o espigão Beira Mar, ambos na Praia de Iracema; e o calçadão do Mucuripe (foto acima).

Pôr do sol com gastronomia

O restaurante Tempero do Mangue, na Praia de Sabiaguaba, tem ambiente totalmente integrado à natureza e vista privilegiada para o pôr do sol no Rio Cocó. Recomendo!

5. Visite um inusitado outlet fortalezense

E para quem curte compras, vale passar no outlet OFF.

 

Bordados, rendas, peças feitas com algodão cru, artesanato com areia colorida, bolsas, sapatos, sandálias de couro, redes, castanhas e rapadura, por exemplo, engrossam a enorme lista do que é vendido na capital, para o deleite do visitante. Porém, junto aos produtos típicos da terra, a franca expansão de grandes e diversificados shopping centers e a recente inauguração do OFF, outlet no entorno de Fortaleza (BR Rodovia BR 020, km 12), fortalecem a cidade também como um destino de compras. No melhor estilo de outlet norteamericano, no OFF é possível encontrar marcas mundialmente famosas e os descontos podem chegar a 80%.