Nova York

Quais os melhores passeios grátis em Nova York? Veja 7 atividades econômicas

Em um destino conhecido por preços mais elevados, preparamos dicas para curtir alguns ícones da cidade sem gastar nada

Nova York é um destino cheio de possibilidades quando se fala em experiências, sejam elas gastronômicas ou culturais. Porém, passar uns dias visitando a Big Apple não é a coisa mais barata de todas. Por isso, para ajudar sua viagem a ficar mais em conta, listamos os melhores passeios grátis em Nova York para que você só gaste nas coisas que acha importante. São passeios ótimos para fazer com a família ou em uma viagem a dois ou com amigos. No final do artigo, você vai ver uma dica de hotel mais em conta na cidade. Confira agora os passeios:

1. Descubra a Estátua da Liberdade

 

Visitar a dona Liberdade leva tempo e não é barato. Porém, se para você ver famosa Estátua da Liberdade de perto já basta, não deixe de fazer o passeio no Staten Island Ferry. A balsa tem passagem gratuita e, durante os 30 minutos da viagem, você se afasta da ponta de Manhattan para chegar na Staten Island e passa do ladinho da Estátua da Liberdade sem pagar nada.

Dica bônus:

No passeio de balsa você passará em frente à famosa Ellis Island sem pagar nadinha.

2. Caminhe pela ponte do Brooklyn

 

Algumas das melhores vistas de Lower Manhattan você tem da ponte do Brooklyn. A caminhada do bairro até Manhattan tem bancos ao longo do caminho e bancas que vendem bebidas e snacks. Então não se preocupe em carregar muita coisa, sempre é possível parar, descansar e repor as energias com água ou algo para petiscar. Andar por esta ponte histórica é um passeio gratuito em Nova York que você não pode perder.

Dica bônus:

Chegar lá é fácil: pegue o metrô A ou C até High Street e caminhe até a escadaria da ponte.

3. Passe o dia no Central Park

 

É difícil visitar New York e não parar no Central Park. O maior parque urbano da América é um espaço verde enorme que fica entre Midtown e o Harlem e é um daqueles lugares que você não pode perder. No entanto, como este passeio grátis em Nova York envolve andar por uma área gigantesca é bom ter um plano antes de se perder por lá: são diversas áreas verdes, lagos e espaços abertos para aproveitar e relaxar.

Dica bônus:

Não se esqueça de trazer bebidas, lanches e qualquer outra coisa que você pode precisar durante todo o dia.

4. Conheça um parque de bairro

 

Para conhecer Nova York de verdade é necessário experimentar e conhecer seus diversos bairros. A parte boa é que a maioria deles possui parques próprios. O Greenwich Village possui Washington Square e os bairros ao norte têm parques como Union Square, Gramercy Park, Bryant Park e o Madison Square Park (do esquilinho da foto). Todos com abundância de espaços verdes abertos e perfeitos para um passeio.

Dica bônus:

Durante o verão de Nova York (férias de julho), muitos destes parques oferecem shows e exibições de filmes gratuitas.

5. Contemple as luzes da Times Square

 

O passeio pela Times Square à noite é obrigatório e não custa nada. Não importa se é a primeira ou a vigésima visita, as luzes e sua glória brilhante são o coração de Nova York e exemplificam muito bem a pressa e o tamanho da cidade.

Dica bônus:

O horário das 19h às 21h é talvez o mais movimentado da Times Square, já que normalmente antecede os espetáculos da Broadway.

Leia também:

6. Percorra a High Line

 

A High Line vai da rua 30 por 20 blocos até a 10ª avenida no Chelsea e não passa de uma linha de metrô elevada que foi desativada e hoje é uma passarela verde. O caminho a pé pela High Line é super agradável e hoje é uma das estrelas da cidade. Dá para fazer o trajeto inteiro ou só andar alguns blocos. Tudo vai depender da sua disposição.

Dica bônus:

Parte da High Line atravessa o Chelsea, famoso bairro das galerias de arte de Nova York. O caminho é cheio de cafés e restaurantes charmosos para quando der fome.

7. Visite o Metropolitan Museum of Art (MoMA)

 

Pagar ingresso para o Metropolitan Museum of Art é “recomendado”, o que significa que não é necessário caso você esteja com um orçamento apertado. O Met é enorme, o que provavelmente significa que você não vai ver tudo de uma vez só. Escolha algumas seções que lhe interessem, afinal, esse é um dos maiores e mais importantes museus do mundo e abriga uma importante coleção de pintura europeia dos séculos XII-XX e obras da arte antiga e oriental.

Dica bônus:

Às sextas-feiras, entre 16 às 20h, a entrada no museu é gratuita.

A foto de capa é do Nicolai Berntsen, no Unsplash.