Brasil

Os 17 melhores lugares para mergulhar no Brasil

Mar aberto, reservadas piscinas naturais, naufrágios, trechos cheios de vida marinha... Do Nordeste ao Sul, as águas brasileiras guardam muitos tesouros para os mergulhadores!

Não há dois mergulhos iguais: cada mergulho é uma experiência única, uma viagem inesquecível às profundezas, cheia de segredos para desvendar. E, no Brasil, o que não faltam são lugares para viver essa emoção. Em todas as regiões do país é possível encontrar lugares para mergulhos incríveis!

São águas das mais variadas cores e temperaturas, em mar aberto ou em cachoeiras, com a presença de cardumes, golfinhos e/ou tubarões… Há também os impressionantes naufrágios, que deixam tudo ainda mais interessante. Tudo isso com opções para quem mergulha de snorkel ou de cilindro.

Para ajudar na missão de descobrir onde será sua próxima aventura aquática, nós preparamos uma lista com os melhores lugares para mergulhar – do Nordeste ao Sul do Brasil. Você confere também dicas de outros passeios pelos arredores, além de hospedagens que tornarão sua viagem ainda melhor.

Dica: não se esqueça de usar o filtro de cancelamento gratuito, no trivago. Assim, você garante mais flexibilidade na sua viagem!

1. Encontre os tesouros submersos do Parque Estadual Marinho da Pedra da Risca do Meio (CE)

O Parque Estadual Marinho Pedra da Risca do Meio, criado na década de 70, é a única unidade de conservação totalmente submersa no mar cearense. A cerca de 18 quilômetros da orla de Mucuripe, em Fortaleza, a área de preservação abriga uma biodiversidade rica e pouco explorada, além de proporcionar visibilidade de 15 a 30 metros de profundidade e média de 27°C de temperatura.

O parque é um verdadeiro refúgio biológico pensado para proteger as espécies marinhas, promover o estudo do ecossistema e o desenvolvimento de programas de pesca sustentável. As condições oferecidas pelo parque são perfeitas para o desenvolvimento de recifes de corais e possibilitam abrigos para espécies de peixes, tartarugas e até mesmo golfinhos. Imagine só como é o mergulho nessas águas!

O mergulho autônomo, com cilindro, é permitido, desde que previamente autorizado. E uma curiosidade, só para você ter uma ideia dos segredos que pode descobrir nas profundezas do oceano por lá: em 2019, pesquisadores do Instituto Ciência do Mar encontraram, a 25 metros de profundidade, uma estátua de concreto de um macaco com uma corda amarrada a cintura.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Fortaleza

3939 Hotéis
Ver destino

2. Conheça as minas submersas de Currais Novos (RN)

Durante a Segunda Guerra Mundial, a histórica cidade de Currais Novos, a 183 km de Natal, abrigava uma das maiores jazidas de minério de scheelita do mundo, usado na fabricação de brocas e outros equipamentos. Em meio ao Sertão, a paisagem instiga o visitante a se aventurar em um dos mais interessantes locais de mergulho no Brasil. Hoje, o complexo de três minas soma 36 km de galerias alagadas por água limpa e de elevada temperatura.

Durante muitos anos as três minas produziram minério, até que as bombas de sucção foram desligadas e isso resultou no alagamento dos dutos — para a alegria dos que gostam de mergulhar! Mergulhadores de cavernas já registram 40 metros de profundidade por lá, em uma temperatura em torno de dos 27ºC.

O mais interessante de explorar um ambiente como esse é observar os vestígios preservados, como trilhos, ferramentas e utensílios que eram usados durante os anos de atividades das minas. Mas atenção: para conhecer o local, é preciso ter a certificação “Cave”.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Currais Novos

14 Hotéis
Ver destino

3. Tire muitas fotos subaquáticas em Serigado de Fora (RN)

O mergulho nas águas claras do Rio Grande do Norte reserva muitas surpresas e opções. Também situado na região, o Serigado de Fora é um ponto de mergulho imperdível para quem gosta de paisagens exóticas e, principalmente, para quem ama fotografia. Afinal, Serigado de Fora é um dos melhores lugares do mundo para fotos subaquáticas.

O local fica a 20 quilômetros da costa, pertinho de Natal. As águas têm profundidades de 14 a 90 metros e reservam belezas inesquecíveis. No fundo do mar, cavernas, vários arcos e pequenas grutas são formadas por rochedos de arenito.

A rica vida marinha também impressiona os visitantes. Os mergulhadores encontram cardumes de várias espécies, barracudas, corais, esponjas, tubarões, arraias e moreias, além de tartarugas e golfinhos. Ufa! Uma paisagem e tanto, não é verdade?

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Natal

2693 Hotéis
Ver destino

4. Explore pontos de naufrágios em Recife (PE)

Conhecida como a Veneza Brasileira desde que o escritor francês Albert Camus esteve por lá, na década de 40, e a comparou com a cidade italiana pelos vários rios, pontes, ilhéus e penínsulas, Recife é um dos destinos preferidos dos mergulhadores. A capital pernambucana detém o título de Capital Brasileira dos Naufrágios: são 187 km de litoral e mais de cem navios no fundo do mar — os mergulhadores podem visitar 29 embarcações.

Entre afundamentos provocados e afundamentos acidentais, são vários cenários maravilhosos, onde dá para observar uma vida marinha rica e colorida, repleta de espécies que encantam mergulhadores do Brasil e do mundo. No total, são mais de 30 pontos de mergulho para explorar em Recife e a melhor época do ano para curtir tudo isso costuma ser o verão.

A capital pernambucana tem locais bons para mergulhadores de todos os níveis, desde os que estão começando até os mais experientes. E mesmo se você estiver viajando com alguém que não curte muito mergulhar, não se preocupe, porque não faltam outros atrativos, como lindas praias e as construções históricas preservadas em Recife Antigo. Então, o que você está esperando pra se jogar na “Meca do Mergulho”?

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Recife

2182 Hotéis
Ver destino

5. Encante-se com o mar de esmeraldas em Fernando de Noronha (PE)

O mar que mistura tons de verde-esmeralda e azul-turquesa encanta do nascer ao pôr do sol com incomparáveis belezas. Um dos mais preciosos tesouros de Pernambuco, o arquipélago de Fernando de Noronha é o paraíso do mergulho no Brasil. Entre o “mar de dentro”, voltado para o continente e o “mar de fora”, voltado para a África, os pontos de mergulho são considerados alguns dos melhores do planeta.

A rica vida marinha é composta por cerca de impressionantes 230 espécies de peixes, mais de dez tipos de tubarões e quinze corais. A melhor parte é que observar todas essas paisagens é fácil em Noronha, já que, por lá, os mergulhadores podem desfrutar de uma visibilidade de até 50 metros. Já imaginou?

E tem mais: em Noronha, é também possível explorar espetaculares cenários de naufrágios. A uma profundidade de aproximadamente 60 metros está o Corveta Ipiranga, considerado um dos mais bem conservados naufrágios do Brasil. Outro destaque é o navio grego Eleni Stathatos, que naufragou em 1930. Dá para chegar ao Eleni nadando a partir da orla, já que a embarcação está a cerca de sete metros de profundidade, na Baía de Santo Antônio.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Fernando de Noronha

469 Hotéis
Ver destino

6. Descubra a cidade submersa de Petrolândia (PE)

Sim, o sertão literalmente virou mar em 1988, quando foi construída a Usina Hidrelétrica Luiz Gonzaga e parte da cidade de Petrolândia, também em Pernambuco, foi inundada, criando um dos mais interessantes locais de mergulho no Brasil. A “Atlântida Brasileira” guarda as histórias dos habitantes, eternizadas sob as águas do Rio São Francisco. A Igreja do Sagrado Coração de Jesus, por exemplo, tem uma parte da construção submersa e o topo sempre visível, acima da água. É um dos locais favoritos de casais apaixonados que vão até lá trocar juras de amor ou fazer ensaios fotográficos.

Outros incríveis destaques são a Igreja de São Francisco, que fica a 19 metros de profundidade e só foi descoberta 29 anos depois da inundação, e a Usina de Petrolândia, a 30 metros de profundidade. Os responsáveis pelas descobertas foram os mergulhadores Samyr Oliveira, Fagner Barros e Éder Campos, que pela contribuição para a história da cidade, já são considerados celebridades. Quando estiver explorando os segredos de Petrolândia, não deixe de registrar o mergulho com muitas selfies! Afinal, é um cenário único.

A dica para conhecer Petrolândia é se hospedar em cidades próximas, como Paulo Afonso. Apesar de ficar na Bahia, a cidade está a aproximadamente uma hora de carro de Petrolândia e é uma opção interessante para os mochileiros e mergulhadores de plantão. Acredite, a viagem vale a pena!

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Petrolândia

5 Hotéis
Ver destino

7. Aventure-se pelo incrível Cânion do Xingó (SE)

Em meio a caatinga, surge um cenário que é quase uma miragem. As águas verdes e quentes são o caminho para o Cânion do Xingó, o quinto maior navegável do mundo, cercado por imensas paredes rochosas esculpidas pela natureza em tons de vermelho e cinza. A beleza se perpetuou no Velho Chico e cada ponto apresenta um encantamento.

Para chegar a esse cenário impressionante, que já ambientou novelas e minisséries e é um dos melhores pontos de mergulho do Brasil, a aventura começa com um passeio de catamarã. No trajeto, os visitantes conhecem a história da barragem e a construção da usina que originou o cânion.

Com 65 quilômetros de extensão, 170 metros de profundidade e entre 50 e 300 metros de largura, as formações rochosas do cânion datam de mais de 60 milhões de anos e testemunharam muitas histórias, entre elas, a de Lampião e o seu bando, que chegaram a se abrigar por ali. As piscinas para banho com 10 metros de profundidade são um convite às águas geladas do rio para amenizar o calor do sertão nordestino.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Canindé de São Francisco

46 Hotéis
Ver destino

8. Divirta-se nos fervedouros do Jalapão (TO)

É claro que o Jalapão, no Tocantins, um dos mais lindos e inspiradores pontos turísticos do país, não poderia faltar nessa lista dos melhores lugares para mergulhar no Brasil. Os apaixonados pelo ecoturismo se encantam por essa região de águas abundantes e rios encachoeirados. As impressionantes formações rochosas promovem uma beleza inesquecível com dunas, praias fluviais, grutas, cânions e os maravilhosos fervedouros.

Os fervedouros são piscinas naturais onde não dá para afundar — as pessoas flutuam! Há fervedouros de vários tamanhos, formatos, cores de água e intensidade de flutuação. Ótimos para relaxar, os fervedouros surpreendem os viajantes ao despertarem uma sensação muito única.

Anote na lista de lugares espetaculares para conhecer: o famoso Fervedouro do Ceiça. Por ser cercado de bananeiras, nesse fervedouro as águas quentes e cristalinas refletem o verde com intensidade. Intensa também é a pressão, que de tão alta faz com que os visitantes flutuem com muita facilidade.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - São Félix do Tocantins

12 Hotéis
Ver destino

9. Mergulhe nas piscinas naturais na Serra da Bodoquena (MS)

Cortado por vários rios, córregos e com uma exuberante fauna e flora, o Parque Nacional da Serra da Bodoquena, em Mato Grosso do Sul, oferece muitas opções de mergulhos surpreendentes em cachoeiras e em cavernas. Por isso, é considerado é um dos melhores lugares para a prática no Brasil.

As águas rasas e cristalinas das do Rio Betione são um espetáculo à parte. Os mergulhos por lá são inesquecíveis, mas quem quiser pode só curtir as águas e o cenário nos arredores — é um ótimo passeio para fazer em turma, já que deve agradar a todos, incluindo aos que não estão a fim de mergulhar.

Há trilhas que levam ao banho nessas piscinas e em cachoeiras ao longo do caminho. Se aventurar por esses caminhos é um convite irrecusável; a paisagem da região é única, com a união da Mata Atlântica ao Cerrado. Não se esqueça de tirar muitas fotos!

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Bonito

306 Hotéis
Ver destino

10. Curta as cachoeiras de água cristalina em Pedra Roxa (ES)

A 220 km da capital do Espírito Santo, o município de Ibitirama abriga as cachoeiras de águas verdes, cristalinas e geladas de Pedra Roxa. Situado na divisa entre o Espírito Santo e Minas Gerais, ao pé da Serra do Caparaó, esse é um paraíso ainda é pouco explorado, repleto de belezas naturais.

Na língua tupi, “ibitirama” significa “monte alto”. As trilhas ecológicas fazem de Ibitirama um ótimo destino para quem gosta de se aventurar em meio à natureza. E no verão, os poços de águas calmas e transparentes são um dos principais atrativos para os turistas.

O Parque Nacional do Caparaó se destaca por abrigar o terceiro ponto mais alto do país, o Pico da Bandeira, com 2.892 metros de altitude, e pelas águas onde os viajantes podem se refrescar. A conhecida cachoeira de Pedra Roxa fica no Sítio da Onça, que oferece entrada gratuita para uma piscina natural com direito a peixes ornamentais.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Alto Caparaó

70 Hotéis
Ver destino

11. Mergulhe nas águas geladas do Vale Encantado (MG)

O Vale Encantado, localizado no Parque Nacional de Caparaó, Minas Gerais, faz jus ao nome: trata-se de uma das maiores reservas de Mata Atlântica do Brasil, que recepciona os visitantes com piscinas naturais e cachoeiras exuberantes. Os turistas vivem a experiência de se refrescar em uma das regiões mais altas do país.

Formado pelo Rio Preto, o Vale Encantado abriga a maior cachoeira do Parque Nacional de Caparaó, a Cachoeira Bonita. Localizada no Rio José Pedro a uma altitude de 1.750 metros, a cachoeira é formada por uma queda d´água em um paredão de 80 metros de altura.

Os poços profundos e de água translúcida fazem da Cachoeira Bonita um dos melhores lugares no Brasil para mergulhar e curtir um banho gelado. A região possui temperaturas amenas, entre 19 e 22ºC, mas entre os meses de junho e julho as mínimas podem atingir 4ºC negativos. Em um país de clima tropical como o nosso, a experiência é imperdível!

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Alto Caparaó

70 Hotéis
Ver destino

12. Aproveite a capital brasileira do mergulho, Arraial do Cabo (RJ)

Pode ser até clichê, mas Arraial do Cabo faz mesmo jus à fama de capital brasileira do mergulho. Mergulhar em Arraial do Cabo, de snorkel ou cilindro, é vivenciar uma experiência incrível. O mar de águas claras e transparentes é um convite para testemunhar um verdadeiro espetáculo da vida marinha.

Em determinadas épocas do ano, animais de passagem, como baleias jubarte, orcas, golfinhos e até pinguins fazem a alegria dos visitantes. Outra característica de mergulhar na região é a temperatura da água, que varia de fria à gelada, entre 15º e 22ºC.

A água gelada é resultado de um fenômeno que acontece entre os meses de setembro a fevereiro e é conhecido como “ressurgência”. Trata-se de um movimento de correntes de águas profundas e muito frias que chegam à superfície. A beleza no fundo do oceano, com uma vida marinha rica, é indescritível.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Arraial do Cabo

3423 Hotéis
Ver destino

13. Mergulhe sob o céu estrelado na Praia Vermelha (RJ)

A Praia Vermelha, no Rio de Janeiro, é nomeada assim pelo espetáculo que acontece por lá todos os dias, no final da tarde. A luz do Sol se reflete nos cristais vermelhos e rosados, criando um tom avermelhado fascinante. O mar em tons de verde, refletindo a extensa vegetação da praia, completam um cenário de encher os olhos.

Além da paisagem, a Praia Vermelha é um dos melhores lugares no Brasil para mergulhos noturnos e para encontrar uma vida marinha rica e diversa. Por lá, é fácil encontrar incontáveis estrelas-do-mar, anêmonas, polvos, e uma grande variedade de peixes.

O local é tranquilo e a temperatura das águas varia entre 18º e 24ºC, com profundidade entre dois e dez metros, e visibilidade entre dois e oito metros. Mais um número que deve animar os mergulhadores: a praia chega a 300 metros de profundidade na faixa oceânica.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Rio de Janeiro

24115 Hotéis
Ver destino

14. Mergulhe ao lado de tartarugas e observe as aves no Arquipélago de Alcatrazes (SP)

No Arquipélago de Alcatrazes, conjunto de ilhas situado a aproximadamente 45 km de Ilha Bela e São Sebastião, em São Paulo, dá para mergulhar com tartarugas, baleias e golfinhos. A biodiversidade marinha é incrível e garantia de momentos únicos para os mergulhadores.

Além de ter uma rica vida no fundo do mar, o Arquipélago de Alcatrazes é considerado um dos maiores ninhais do Brasil: mais de 10 mil aves marinhas vivem por lá, e há passeios de birdwatching, a prática de observação dos pássaros. Mais um passeio para fazer além dos mergulhos!

Durante muitos anos, o arquipélago foi área de treinamento da Marinha do Brasil e, depois de longos estudos e planejamento, foi aberto para visitação. Durante a visita, os turistas devem seguir uma série de regras estipuladas pelo ICMBio (Instituto Chico Mendes da Biodiversidade), responsável pela gestão, o que mantém a beleza e a preservação ambiental do local. A natureza agradece!

Hotéis & Aluguéis por Temporada - São Sebastião

4215 Hotéis
Ver destino

15. Mergulhe entre pedras na Ilha de Itacolomi (PR)

O litoral do Paraná tem locais que proporcionam excelentes condições de mergulho, entre eles, a Ilha de Itacolomi. Como a natureza submarina se desenvolve perto de pedras, onde os peixes encontram comidas e abrigos, a ilha é considerada ideal para isso, pois é formada por duas grandes pedras que emergem, algumas pedras menores submersas e duas grandes lajes nos arredores.

Por lá, os mergulhadores podem conferir duas balsas que são naufrágios artificiais, na faixa dos 27 metros de profundidade, a Espera 7 e a Dianka. Os naufrágios ficam distantes da costa, em uma localização é excelente, com uma visibilidade muito boa para os mergulhadores.

Durante os mergulhos, dá para contemplar cardumes de sardinhas e outros peixes, inclusive os meros, uma espécie que pode chegar a medir quase impressionantes três metros! Em Itacolomi, é possível mergulhar de snorkel e de cilindro.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Guaratuba

410 Hotéis
Ver destino

16. Faça mergulhos e visite cachoeiras em Garopaba (SC)

A cidade de Garopaba, no litoral de Santa Catarina, é ideal para a prática de mergulho livre e autônomo. Os melhores pontos para a prática desse tipo de mergulho são as Ilhas do Coral, Moleques do Sul e Ilhotas de Siriú. Os visitantes aproveitam oportunidades fascinantes, como a de contemplar de perto grupos de baleias-francas.

O destino oferece aos visitantes também muitas outras opções de passeios com trilhas e cachoeiras. O destaque vai para a belíssima Cachoeira do Macacu, além das dunas e praias. Também chamam atenção as muitas histórias locais que encantam os turistas.

Não, não é só a vida marinha que surpreende na região. A Ilha do Coral, por exemplo, guarda muitas histórias, como a do velho farol e a do paredão com inscrições rupestres que, segundo contam, têm mais de dois mil anos. Que tal desvendar esses segredos?

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Garopaba

1399 Hotéis
Ver destino

17. Conheça as muitas praias de Bombinhas (SC)

A beleza é exuberante na única península do Sul do país. Mesmo sendo a menor cidade de Santa Catarina, Bombinhas se destaca pelo litoral recortado, que dá origem a inúmeras praias, inclusive algumas das mais belas do país. Alguns exemplos são a Praia de Bombas, a mais urbanizada do município, e as praias de Bombinhas, Quatro Ilhas, Mariscal e de Zimbros, vila de pescadores com águas tranquilas e um pôr do sol maravilhoso.

De snorkel ou cilindro é possível contemplar a imensidão do mar, envolto em tranquilidade, silêncio e mistérios. A vida marinha é rica e abundante, então os mergulhadores podem ver nitidamente peixes coloridos, tartarugas, tocas de polvos, cavalos-marinhos e muitas outras belezas.

Os melhores locais para mergulho são Ponta da Sepultura, Praias do Embrulho, Prainha, da Lagoinha, do Retiro dos Padres, de Quatro Ilhas, da Tainha e Ilha do Arvoredo. E se o mar é belo, a terra firme também tem os seus encantos; a areia da praia possui uma concentração natural de minerais pesados. Branca e fina, ela contrasta com a água verde esmeralda. Um espetáculo que vale a pena conferir de pertinho.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Bombinhas

5596 Hotéis
Ver destino

A autora

Nascida na terra do frevo e do maracatu, dos poetas e de muitas histórias, a jornalista recifense Elô Araújo tem a alma feita de poesia. Há cinco anos, ancorou em Fernando de Noronha e lá tem vivenciado momentos únicos, cercada das boas energias e muitas belezas do arquipélago.