Internacional

De cinema: 5 lugares inusitados que você vai ver nos filmes do Oscar 2016

By , 25/02/2016

Se você é daqueles que não curtem ficar até de madrugada sem dormir em pleno domingo só pra acompanhar a cerimônia do Oscar, o Room5 deu um jeito de simplificar as coisas e te mostra cinco filmes que valem a pena assistir nem que seja só pelos lugares em que se passam. Afinal, mesmo que eles não abocanhem uma estatueta sequer você vai ver lugares incríveis, como a Amazônia colombiana, montanhas cobertas de neve nos Estados Unidos e até um lugar que serviu como cenário para o planeta Marte! E, não, não é a Islândia (comumente usada por Hollywood como locação do planeta vermelho). Olha só:

 

Perdido em Marte, Jordânia

Protagonizado por Matt Damon, o filme Perdido em Marte conta a história de um astronauta que foi abandonado por sua equipe no planeta depois de uma forte tempestade. Dado como morto, ele se vê sozinho, quase sem suprimentos e com uma difícil tarefa: dar um jeito de se comunicar com a NASA na Terra e retornar. O cenário de toda a aventura não é nada de outro mundo. Fica longe do Brasil, é verdade, mas não precisa de uma nave espacial para fazer o serviço: é o Vale da Lua, na Jordânia, oficialmente conhecido como Wadi Rum.

[caption id="attachment_6923" align="aligncenter" width="1200"]balao no vale da lua jordânia © Escritório de Turismo da Jordânia[/caption]

Ver hotéis no Vale da Lua (ou Marte, se preferir)

 

Os Oito Odiados, EUA

Gravado em Telluride, no Colorado, o mais novo filme do diretor Quentin Tarantino se passa quase todo dentro de uma casa e o principal motivo para isso são as condições climáticas que impedem que os personagens sigam viagem por causa de uma forte nevasca. No melhor estilo faroeste e com um toque gelado da fria paisagem do Colorado no inverno, Os Oito Odiados concorre ao Oscar de melhor fotografia. No inverno, o lugar recebe muitos turistas ávidos por esquiar montanha abaixo.

[caption id="attachment_6925" align="aligncenter" width="1200"]vista de telluride, no colorado © Visit Telluride / Ryan Bonneau[/caption]

Que venha o frio!

 

Star Wars, Irlanda

Vários destinos ao redor do globo serviram de cenário para o filme mais recente da saga Star Wars, mas um deles se destaca de maneira especial. Skellig Michael, uma pequena ilha da Irlanda (e que tem uma ilha gêmea logo em frente) é um destino quase que desconhecido dos estrangeiros que visitam o país. Próxima de Portmagee, a ilha só é acessível durante alguns períodos do ano e só é possível chegar lá quando o tempo está bom – ou as embarcações não podem navegar. Skellig Michael abriga um antigo mosteiro cristão e quem quiser encarar a subida: são só míseros 600 degraus até o topo.

[caption id="attachment_6926" align="aligncenter" width="1200"]Vista das Skellig Islands na irlanda © SkelligIslands.com[/caption]

Veja também:

>>> 7 hotéis dignos de Star Wars

Fique mais perto da Skellig Michael

 

O Regresso, Argentina

A capital da Terra do Fogo emprestou suas belas paisagens, montanhas nevadas, bosques, lagos, rios e cascatas para a produção de O Regresso, que estrela Leonardo di Caprio na pele de Hugh Glass, um comerciante de peles que é atacado por um urso e acaba abandonado pelos companheiros de viagem no Velho Oeste. Mas se o filme não tem nada a ver com a Argentina, por que o Ushuaia de cenário? Na verdade, a maior parte das gravações ocorreu no Canadá. Em determinado ponto esquentou demais no hemisfério Norte e o pessoal da produção não quis perder o pique e emendou uma temporada de filmagem na Argentina. Vale muito a pena visitar! Uma boa ideia para suas férias de julho. =)

[caption id="attachment_6929" align="aligncenter" width="1200"]vista pra rio em ushuaia © Secretaria de Turismo da Terra do Fogo / Martin Gunter[/caption]

Quero ir pra Terra do Fogo

 

O Abraço da Serpente, Colômbia

Pela primeira vez na história, um filme colombiano foi indicado ao Oscar e, pra concorrer ao prêmio, nada melhor do que um longa-metragem que mostre uma das partes mais importantes do país para todo o mundo: a selva amazônica. Conduzido pelo talentoso diretor Ciro Guerra, O Abraço da Serpente conta a história de um xamã que guia um explorador europeu pela selva e refaz o percurso 40 anos depois. Como o filme é todo em preto e branco, nada melhor do que ver toda a beleza da Amazônia de pertinho mesmo, né?

[caption id="attachment_6930" align="aligncenter" width="1200"]rio amazonas no lado colombiano © Fotolia[/caption]

Conheça a Colômbia