Nordeste

Entre o mar e o sertão: descubra 10 lugares incríveis para conhecer na Paraíba

As belezas e os lugares para conhecer na Paraíba vão além da tão visitada João Pessoa

A Paraíba cantada e descrita nos versos de Gonzaga, o Rei do Baião, escrita pelo mestre Ariano Suassuna e por Jackson que com o seu pandeiro se imortalizou. A Paraíba de mar e muito sol, da carne de sol e de bode, de gastronomia tradicional que resiste ao tempo. Paraíba de rios, histórias e pré-história. De dinossauros a Capitania Hereditária.

Neste canto do Nordeste, há lugares “escondidos” em meio a paisagem do Sertão, entre mandacarus e pedregulhos e que guardam belos cenários, trilhas e cachoeiras. No litoral, o encanto das falésias e do mar de um azul-turquesa inebriante, estuários, manguezais, dunas e pores do sol. Lugares para apreciar a dois em viagens românticas, com grupos de amigos ou em família.

Então, é só arrumar as malas e partir em busca dos lugares para conhecer na Paraíba que estão escondidos no extenso litoral de norte ao sul e interior do estado. A nossa seleção também inclui boas acomodações e passeios inesquecíveis em cidades pitorescas e que valem a pena conhecer.

1. Relaxe no mar calmo e conheça as ruínas históricas de Lucena

Lucena está localizada no litoral norte da Paraíba. A cidade que preserva a história em seus casarios de arquitetura colonial tem inúmeros atrativos naturais como trilhas, lagoas e piscinas. Com sete praias calmas e praticamente desertas como Fagundes, Gameleira, Ponta de Lucena, Lucena, Camaçari e Bonsucesso, o visitante pode, além de tomar banho em águas calmas, pescar com tranquilidade e aproveitar o final de semana. Para os que buscam contato com a natureza, os 15 km de praias têm um visual encantador. A beleza natural das areias brancas é acentuada pelo mar azul-turquesa e pelos currais de peixes que ficam descobertos na maré baixa. Para os que querem emoção, a dica é mergulhar ou se aventurar nos diversos esportes náuticos, atividades imperdíveis para os amantes do mar.

Além do sol e mar de águas transparentes, Lucena tem ruínas e construções que datam do século XVI, que contam histórias incríveis e resultam em belas imagens. A exemplo, a Igreja Nossa Senhora da Guia, que figura entre uma das mais antigas do Brasil e as ruínas da Igreja de Bonsucesso, cuja estrutura é sustentada por uma imensa gameleira. Antes de embarcar rumo a esse paraíso, faça um roteiro para conhecer tudo que a cidade tem a oferecer. Vale muito a pena!

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Lucena

56 Hotéis
Ver destino

2. Aventure-se em uma viagem ao tempo dos dinossauros em Sousa

A “cidade sorriso” ou “cidade dos dinossauros”, assim é conhecida Sousa, no Sertão do estado. Distante a pouco mais de 430 km de João Pessoa, atrai pesquisadores, turistas, estudantes e ecologistas de todo o mundo, que chegam curiosos para conhecer os tesouros arqueológicos ali preservados.

Em cenários que resultam em belas imagens, o Complexo Vale dos Dinossauros, guarda registros de centenas de pegadas fossilizadas e réplicas gigantescas dos pré-históricos animais que estão espalhadas inclusive na cidade, o que garante muita emoção e aventura. O Vale dos Dinossauros é uma unidade de conservação ambiental, em uma área total de 40 hectares com 23 sítios paleontológicos, considerado um dos mais importantes existentes no mundo. Lá é possível ver de perto réplicas de estegossauros, alossauros, iguanodontes e inúmeras espécies que viveram por ali entre 250 e 65 milhões de anos.

Além do Vale, você precisa ter mais uma experiência única em Sousa. A dica é: conhecer a cozinha regional à base de peixe e saborear uma água de coco geladinha. A cidade produz cerca de 80 mil toneladas de coco por ano, e a água é considerada uma das mais saborosas do país.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Sousa

17 Hotéis
Ver destino

3. Conheça os casarões, lendas e as muitas histórias de Bananeiras

No Brejo Paraibano, a 136 km de João Pessoa, está Bananeiras. Para os que se dispõem a conhecer a cidade, uma viagem através do tempo é garantida. O local guarda muitas histórias de origem indígena que despertam a curiosidade dos viajantes, por tratar-se do antigo território dos índios Janduís, da tribo da nação Cariri.

Se no passado foi o maior produtor de café da Paraíba e segundo no Nordeste, hoje o centro histórico possui um rico patrimônio arquitetônico, com mais de 80 edificações catalogadas, e a maioria em bom estado de conservação. Resultado? A cidade tornou-se Patrimônio Histórico do Estado da Paraíba, no ano de 2010.

Tranquila e de clima agradável, Bananeiras atrai turistas que buscam relaxar e restaurar as energias. No roteiro do turismo rural, banhos de cachoeiras ou bicas, rapel, trilhas, visitas aos sítios arqueológicos e aos engenhos que produzem as famosas cachaças, como o Engenho Goiamunduba, fundado em 1877, que produz 120 mil litros da famosa aguardente de Cana Rainha. Um passeio imperdível, não acha?

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Bananeiras

93 Hotéis
Ver destino

4. Mergulhe em um paraíso tropical e sustentável em Mataraca

O nome da cidade já desperta curiosidade. A 118 km de João Pessoa, no litoral norte da Paraíba, Mataraca palavra de origem Tupi significa “Um monte de formigas”. O município abriga verdadeiros paraísos repletos de belas paisagens, como as praias de Guaju, Pavuna, Baleia, Boca da Barra e Barra de Camaratuba.

Conhecido como um destino festivo, dentre as muitas manifestações populares, a “Festa do Padroeiro Bom Jesus” é comemorada no mês de dezembro e, durante 9 nove noites, milhares de fiéis vão as ruas para celebrar. No município, é possível conhecer o campo eólico “Vale dos Ventos”, que tem capacidade de gerar 48MW de energia limpa e renovável.

A pouco mais de 3 km, entre duas grandes reservas ecológicas está Barra de Camaratuba, último povoado litorâneo da costa norte do estado. Com menos de mil habitantes, o local é o que podemos chamar de “paraíso tropical”. O vilarejo se destaca pela preservação e sustentabilidade, o que tem atraído um turismo igualmente sustentável, com viajantes amantes da natureza.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Mataraca

21 Hotéis
Ver destino

5. Visite os cenários da "Roliúde Nordestina" em Cabaceiras

Quem assistiu “O Auto da Compadecida”, filme adaptado da obra literária de Ariano Suassuna, um dos maiores sucessos do Cinema Nacional, do cineasta Guel Arraes, pôde conhecer o cenário onde foram gravadas as aventuras de Chicó e João Grilo. Conhecida e autodenominada a “Roliúde Nordestina”, a cidade de Cabaceiras já emprestou a paisagem para outros filmes nacionais e, com isso, abriga um Memorial Cinematográfico.

Situada na região do Cariri, a 196 km de João Pessoa, a cidade tem natureza exótica, o que mais a diferencia de outros destinos no estado. Entre mandacarus, facheiros e xique-xiques, o município reúne folclore, o autêntico forró, belezas naturais, rico artesanato em couro, fibras vegetais e algodão, e uma gastronomia única que encantar o viajante com simplicidade e beleza.

E quando o assunto é encantamento, a dica é visitar o Lajedo do Pai Mateus com seus blocos de granito arredondados, que chegam a pesar 45 toneladas cada, e Saca de Lã, que reúne diversos blocos empilhados uns sobre os outros. O cenário é formado por pedregulhos de várias formas e tamanhos, esculpidos pela natureza sem intervenção do homem e que resultam em uma magnífica exposição de arte a céu aberto. Um espetáculo!

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Cabaceiras

6 Hotéis
Ver destino

6. Aqueça-se com as famosas cachaças na cidade de Areia

Baixas temperaturas em pleno Nordeste? Isso mesmo, na Paraíba algumas cidades se diferenciam pela ausência do sol e pelo friozinho de serra. Durante os meses de julho a setembro, a região registra uma média de 12 graus. Principal município do Brejo Paraibano, a cidade de Areia integra a Rota do Frio. O clima ameno e aconchegante é um convite para conhecer as belezas, cultura e história do lugar.

Típica cidade do interior, pacata, charmosa e pitoresca com ruas de paralelepípedo e encantadoras casas coloridas, ideal para quem procura fugir da agitação das capitais. Repleta de histórias tem um conjunto urbanístico datados dos séculos 18 e 19, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 2006, como a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, construída no século XVII, por negros escravizados.

Para os que visitam o lugarejo, muitas surpresas com um roteiro diversificado com trilhas, museus e experiências únicas na zona rural. A cidade possui mais de 20 engenhos em atividade, responsáveis pela produção de aguardente-de-cana, mel e rapadura. Cercados de muito verde, estão em um ambiente deslumbrante com riachos e cachoeiras, ideal para se refazer com mergulhos em águas cristalinas em um clima europeu.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Areia

25 Hotéis
Ver destino

7. Desfrute do sossego nas águas doces e salgadas de Pitimbu

Pitimbu, a 70 km de João Pessoa, fica no litoral sul do estado. A cidade deslumbra os visitantes com belezas naturais, um paraíso praticamente intocado, com piscinas em praias isoladas, localizadas entre 1,5 km e 3 km de distância da costa, estuários que formam as praias mais preservadas e falésias com cerca de 70 tonalidades diferentes.

Durante todos os meses, Pitimbu é sinônimo de sossego. Suas 13 praias somam 26 km de faixas de areia. E com tantas praias, não faltam atividades náuticas. Passear de barco, rumo às piscinas do Farol ou Branca do Curral ou mergulhar de snorkel no local conhecido como barreira de corais, são experiências únicas.

Mas não só de água salgada é feito o litoral, o município é banhado pelos rios Goianos, Abiaí, Papocas, Comissura, Graú e Mucatu. Imperdível também é visitar o Estuário do Rio Abiaí. Lá é oferecido passeio de catamarã com direito a uma parada para realização de trilha no mangue e banho de rio. Maravilhoso!

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Pitimbu

58 Hotéis
Ver destino

8. Contemple o espetáculo de cores das falésias nas praias de Conde

Sossego tem nome e fica na Paraíba. As praias do município de Conde, a 13 km de João Pessoa, são famosas pelas belezas e tranquilidade, algumas praticamente desertas. Recortadas por enseadas repletas de coqueiros, a paisagem é composta por altas falésias de até 30 metros de altura, vegetação nativa e piscinas naturais de águas transparentes, como Jacumã,
Tabatinga, Praia do Amor, Coqueirinho e Carapibus. Com uma cultura plural, a presença indígena se percebe em toda parte, graças a duas aldeias Tabajaras que mantêm viva a tradição, com danças, rituais, lendas e histórias. Os índios tabajaras encantam e abrilhantam o turismo no município.

Mas a cidade vai além da cultura e beleza nativa. Conde é conhecida por abrigar a primeira praia brasileira a permitir oficialmente, desde 1989 por lei municipal, a prática do naturismo. A Praia de Tambaba, considerada uma das “10 praias mais bonitas do Brasil” pelo guia internacional Lonely Planet, é mundialmente famosa e durante todo o ano recebe milhares de visitantes adeptos e simpatizantes do naturismo.

Para a alegria dos que planejam conhecer a cidade, o clima quente do litoral paraibano possibilita viajar sem grandes imprevistos. O visitante pode aventura-se em passeios de quadriciclos e buggys, trilhas ecológicas e canoagem. Atividades não faltam e muitos são os atrativos, como os mirantes com vistas panorâmicas das falésias multicoloridas e os cânions que promovem um espetáculo de beleza e cores.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Conde

216 Hotéis
Ver destino

9. Emocione-se com o pôr do sol ao som do Bolero de Ravel em Cabedelo

Uma pequena e surpreendente cidade a 28 km da capital João Pessoa. Cabedelo é o que podemos chamar de um lugar que esbanja encantos e muitos atrativos. Localizada entre o Oceano Atlântico e o Rio Paraíba, a região abriga praias de águas quentes e transparentes, belas paisagens e a estrutura turística tem variedade de bares e quiosques próximos às praias, além dos centros que guardam muitas histórias.

A cidade é democrática e agrada a diferentes públicos. Nas Praias de Intermarés os points perfeitos, com ondas mais fortes para alegria dos surfistas. O município atrai também ambientalistas que apreciam o contato com a natureza e visitam os pontos de desova de tartarugas, historiadores que são contemplados com monumentos e construções preservadas e visitantes de final de semana que buscam sossego, já que o movimento é tranquilo até mesmo no verão.

Na Praia Fluvial do Jacaré, o que dizer do encantamento e a beleza do famoso pôr do sol? Inquestionável é a emoção do visitante ao ouvir o músico Jurandy do Sax, que há mais de 20 anos executa o Bolero de Ravel na despedida do astro-rei, feito esse que garantiu a ele figurar no Guinness Book. Além de toda a beleza, o local tem estrutura diversificada, com bares, quiosques, restaurantes, lojinhas de souvenir e artesanato, que garantem as lembrancinhas para não esquecer a viagem inesquecível ao paraíso de Cabedelo.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Cabedelo

449 Hotéis
Ver destino

10. Festeje a cultura popular e conheça a história de Campina Grande

Quando falamos em festejos juninos ela é rapidamente lembrada. Conhecida por realizar “O Maior São João do Mundo”, Campina Grande é festiva e alegre, reconhecida pelos muitos eventos, atrativos culturais e desenvolvimento tecnológico e industrial. Localizada a 113 km de João Pessoa, a cidade tem um roteiro interessante e que vai além do mês de junho. No passado, o município foi um lugar de repouso para os tropeiros, com o passar dos anos, deu um salto de desenvolvimento e chegou a ser a segunda maior produtora de algodão do mundo.

A cidade se destaca como polo de disseminação artística e da cultura popular nordestina. Os roteiros são variados, de eventos grandiosos a monumentos históricos. Além das festividades, Campina Grande tem uma rica gastronomia, sendo conhecida como a “Terra da Carne de Sol”.

Hotéis & Aluguéis por Temporada - Campina Grande

301 Hotéis
Ver destino

Foto de capa: Cacio Murilo – Mtur