Sudeste

Um guia de aventura para explorar as montanhas do Espírito Santo

Dois viajantes capixabas nos explicam como conhecer o Estado através de seus picos e montanhas

Já faz algum tempo que os leitores da trivago Magazine nos pedem sugestões de hotéis e passeios no Espírito Santo. Com seu contraste entre belas praias e altas montanhas, o estado é uma opção completa – e muitas vezes bem em conta – para uma viagem dentro do país, especialmente para quem mora no Sudeste.

Por isso, convidamos o casal capixaba Louise e Antônio, autores do instagram de viagem “Partiu a 2”, para nos criar dois roteiros no Espírito Santo: este primeiro, com dicas de trilhas e passeios nas montanhas (como o Pico da Bandeira, na foto acima), e um segundo sobre as melhores praias.

4 opções de trilhas no Espírito Santo

O Espírito Santo possui riquezas naturais que variam de praias tropicais a montanhas, ambas com características singulares e incrivelmente lindas. Nós, que amamos as belezas naturais e nos orgulhamos do estado que temos, selecionamos para vocês quatro opções de montanhas para compartilhar e estimular o interesse em conhecer essas maravilhas.

Uma característica em comum em todas essas opções de montanhas, e independente de suas características individuais, é que todas precisam de respeito ambiental para que suas belezas naturais estejam preservadas e continuem com sua exuberância e vida selvagem, que nos encanta! Portanto, respeite a flora e fauna e traga de volta o seu lixo. 

Pico da Bandeira, o 3º mais alto do Brasil

Vamos começar pelo pico mais imponente de nosso estado. Com 2.892 metros de altitude, o Pico da Bandeira é o terceiro mais alto do Brasil. Sua vegetação exuberante e vida animal bastante presente permitem ao visitante sentir a sintonia com a natureza e, após se aventurar nas trilhas até o cume, contemplar a magnitude do Parque Nacional do Caparaó.

A trilha até o cume do pico pode ser feita pela madrugada, para quem quiser curtir o nascer do sol, ou durante o dia, para quem prefere apreciar o visual diurno e aguardar o belíssimo pôr do sol. Já vivemos as duas experiências e garantimos: ambas são espetaculares.

Acesso pelo lado mineiro

Se por um lado o grau de dificuldade do lado capixaba é um pouco maior, devido a trechos com “escalaminhadas”, o percurso é mais curto. São 8 km de trekking no total, partindo do Portal de Pedra Menina. Uma estrada fácil leva os trilheiros ao camping da Casa Queimada, onde podem parar para comer e descansar. A partir de lá, uma subida de 4,2km – em média 4 horas – leva ao cume. Ah, o trajeto entre o Portal e o camping pode ser feito de carro.

Uma dica alternativa no caminho para o Pico é optar pela travessia ES-MG. Recomendamos subir pelo ES e descer por Minas. No percurso, é possível conhecer cachoeiras e outros picos, sem precisar subir até o Pico da Bandeira, diminuindo o grau de dificuldade. É importante levar todos os materiais e alimentos necessários, pois o comércio mais próximo fica longe dali.

Como chegar ao Pico da Bandeira

O acesso ao Pico da Bandeira pelo estado do Espírito Santo é através do Portal de Pedra Menina, no município de Dores do Rio Preto, a aproximadamente 250km da capital, Vitória. Caso decida subir pelo lado mineiro, o acesso é no município de Alto Caparaó (MG).

Onde se hospedar

A dica da trivago Magazine é a Pousada Chalés Pico da Bandeira. Com seus simpáticos e funcionais chalés, ela fica a apenas 800m da Portaria do Parque Nacional do Caparaó e ainda tem uma piscina para relaxar depois da subida ao pico.

Pico dos Pontões, uma trilha quase selvagem

No gancho de picos exuberantes para perfis aventureiros fica o Pico dos Pontões. Para fazer a trilha, não dispensamos o auxílio de guias locais, que conhecem o percurso e nos auxiliam no trajeto com segurança. 

O Pico dos Pontões chama a atenção por sua beleza e altitude. Com 1.938 metros de altitude, é a região mais alta do município. Podendo ser avistado de diversas cidades dos estados do Espírito Santo e Rio de Janeiro, o local é motivo de admiração de muitos dos arredores.

Caminho com pequenas escaladas

A região possui duas áreas distintas onde se tem experiências diferentes. Um lado mais plano, “Flores”, pode ser um bom local para pernoite e ambiente de convívio, mas não possui estrutura visando turismo, sendo mesmo uma experiência mais “selvagem”. No outro ponto, podemos fazer uma trilha com auxílio de guias locais da comunidade, que nos levam até o cume. 

A trilha pode ser feita durante o dia, ou mesmo pela madrugada, para assistir o nascer do sol, que é incrível. Para fazer a trilha, é necessário ter preparo físico moderado, pois a trilha tem trechos de maior dificuldade, com a necessidade de pequenas escaladas em pedras, com o auxílio de cordas, já instaladas no local, e também por possuir trechos com um grau maior de periculosidade, por proximidade a abismo. Feito com acompanhamento dos guias, é uma incrível opção de aventura no Espírito Santo.  

Como chegar no Pico dos Pontões

Fica no distrito de Conceição do Muqui, do município de Mimoso do Sul, a aproximadamente 164 km de distância da capital Vitória. O pico está localizado na Comunidade de Alto Pontões, a aproximadamente 24 km do município sede Mimoso do Sul, e 38 km da cidade de Alegre.

Onde se hospedar

A dica da trivago Magazine é se hospedar no município de Cachoeiro de Itapemirim, terra do Rei Roberto Carlos. A apenas 60km do Pico dos Pontões, você encontra Bristol Easy, um hotel básico e bem moderno, com o conforto necessário para descansar depois de um dia intenso de aventura. Eles oferecem até um pacote romântico, incluindo garrafa de espumante e café da manhã.

Morro do Moreno, a natureza em Vila Velha

O Morro do Moreno, na cidade de Vila Velha, é uma excelente opção urbana para praticar trekking. São 184 metros de altitude, com uma trilha leve de aproximadamente 30 minutos, que levam a uma vista magnífica da baía de Vitória com a exuberante Terceira Ponte e diversas praias e ilhas de Vila Velha, como Praia da Costa, Praia de Itapuã, Ilhas de Pituã e Itatiaia. 

O local é procurado por praticantes de Voo Livre de parapente, mountain bike, rapel, trekking, além de visitantes que querem ter a experiência de estar junto à natureza, curtindo o visual incrível que ela exibe em uma trilha de maior facilidade de acesso.  

Uma trilha "raiz"

É possível também chegar até o topo do Morro do Moreno através da trilha raiz, uma opção mais puxada de trilha, onde se fica mais próximo à mata do local, desbravando no mato e dando um pouco mais de aventura ao passeio. A trilha não tem boa sinalização, por isso é recomendável que faça com pessoas que já tenham conhecimento do percurso. Uma dica interessante é subir pela trilha raiz e descer pela estrada, facilitando o trajeto e tornando-o mais seguro e menos cansativo. 

Com certeza vale muito a pena programar a trilha do Morro do Moreno no roteiro de viagem ao Espírito Santo. O visual e a experiência são incríveis! Se possível, aguarde o pôr do sol, que é um espetáculo à parte lá de cima! A visão da Terceira Ponte e do Convento da Penha ao entardecer é uma vivência e tanto.

Como chegar no Morro do Moreno

O pico fica em plena cidade de Vila Velha, na região entre a Terceira Ponte e Praia da Costa. Não tem erro.

Onde se hospedar

A dica da trivago Magazine para se hospedar em Vila Velha é o Hotel Plazamar, que tem essa piscina com vista sobre a Praia de Itaparica, uma das mais famosas da cidade. Ali você também estará em posição privilegiada para chegar rapidinho ao Morro do Moreno.

Pedra Azul, na romântica Domingos Martins

Pensou em charme? Se sim, pensou em Pedra Azul, em Domingos Martins! Essa montanha exuberante encanta principalmente casais que gostam de estar juntinhos contemplando as belezas que a natureza nos permite usufruir! 

Localizado a apenas 50k mda capital, Vitória, Pedra Azul, junto com a Pedra do Lagarto, é considerada um dos principais cartões postais do estado, com 1.822 metros. Sua coloração azulada, juntamente a flora e a fauna locais, impressiona os visitantes!  

Todo o charme da Rota do Lagarto

Dentro da Rota do Lagarto, considerada a rota mais romântica do estado, com certeza Pedra Azul é um destino imperdível para os capixabas e turistas. É um dos parques mais visitados, tendo maior público no período de inverno.  

Ao visitar a Pedra Azul, além da contemplação dessa exuberante montanha, é possível vivenciar passeios de bicicleta, quadriciclo, trilha até as piscinas naturais, cavalgada ecológica, arvorismo, degustar cafés especiais, queijos, cachaças e cervejas artesanais, podendo conhecer o processo de produção, além de participar da colheita dos mais deliciosos morangos! Enfim, destino maravilhoso e imperdível! 

Como chegar na Pedra Azul

A partir de Vitória, basta dirigir cerca de 50km pela BR-262 até a ES-465. O morro fica um pouco antes de a rodovia estadual chegar ao município de Domingos Martins.

Onde se hospedar

Em Domingos Martins fica uma das hospedagens românticas preferidas da trivago Magazine, a Pousada Rabo do Lagarto. Com vista para a natureza de tirar o fôlego do município, a pousada é toda pensada para casais, com banheira, muita champagne e uma gastronomia deliciosa, que costuma levar a assinatura de chefes reconhecidos.

Como planejar sua viagem ao ES

Sempre ao visitar locais turísticos é importante fazer uma pesquisa básica do local e se informar sobre o que ele oferece e o que precisa ser providenciado por você para que tenha uma experiência incrível, sem perrengues que possam comprometer a qualidade da sua experiência.

Dicas para as trilhas e subidas aos picos

Acesso público

Sempre verifique antes se o local que você está entrando tem acesso público permitido

O que levar

Leve roupas e equipamentos que o mantenham em segurança, além de filtro solar, repelentes e materiais de primeiros socorros

Segurança

Deixe sempre alguém avisado sobre o local que irá visitar

Alimentação

Leve alimentos adequados e água de forma que não produzam muito resíduos de lixo (evitando plásticos, enlatados, garrafas,…)

Hospedagem

Se não for ficar em um hotel, sempre verifique a possibilidade de acampamento e leve os equipamentos necessários para a pernoite

Preserve

Aproveite o momento com qualidade, sendo saudável consigo e com a natureza que você está aproveitando